quarta-feira, 30 de julho de 2014

EM ALCANTARAS: HÁ OITO ANOS NÃO É REGISTRADO ASSASSINATOS

 POPULAÇÃO PACATA É APONTADA COMO PRINCIPAL FATOR
Alcântaras é uma das três  cidades cearenses sem registos de homicídios nos últimos quatro anos. 
Na pequena cidade serrana hoje com quase 11 mil habitantes o fator para que  a "paz reine" deve-se sobretudo a vida pacata de sua população. Uma matéria veiculada no site Tribuna do Ceará evidenciou que os registros de ocorrências relacionados a este tipo de crime  só  não acontecem desde de 2008, além da pequena cidade serrana, apenas em  Palhano e Potiretama.
 Em Alcântaras onde o atual Comandante do Destacamento de Policia Militar foi entrevistado pela equipe de reportagem, o mesmo comentou ser realizado muitas abordagens referente a veículos com placas de outras cidades, e algumas diligências de roubos na zona rural mas que o clima na cidade é de tranquilidade. 
Sargento Johnson disse ainda que o efetivo na cidade é composto por apenas nove policias que fazem reversamento em duas equipes e que o povo além de pacato acredita no trabalho da Policia Militar. A população também defende que o fato para que há mais de 08 anos não tenha havido assassinatos em solo alcantarense se deve ao modo de vida de  seu povo, que apesar dos riscos como o já registrado consumo de drogas,fazem uso deste apenas como vício e não como ameaça para a sociedade, como afirmou o empresário Betinho, dono de uma loja de material de construções. 
De todas as 184 cidades do Estado conforme a reportagem apenas 28.109 pessoas podem dizer que os índices de assassinatos não é motivo de preocupação o que em percentual representa apenas 3,2% de toda a população cearense. Segundo o Destacamento de Policia Militar de Alcântaras o último caso de homicídio ocorreu em outubro de 2006 no Sitio Benedito. A reportagem foi publicada na última terça-feira,29 de julho, pela jornalista Roberta Tavares.

Post.Francisco Freire



CLARO FALA SOBRE QUEDA DE SINAL EM ALCANTARAS

 FATORES METEOROLÓGICOS E DISTÂNCIA DA ANTENA FORAM
 APONTADOS COMO CAUSA DA INDISPONIBILIDADE
Depois da redação do Portal Jovem entrar em contato com a Claro através de sue perfil em uma rede social, solicitando esclarecimentos sobre as causas da indisponibilidade do sinal no município de Alcântaras a operadora teria remetido resposta apontando que fatores climáticos e a distância em que os usuários se encontravam na antena poderiam ser as possíveis causas da "oscilação" do sinal da mesma na pequena cidade serrana. Na mesma resposta a Claro informou está trabalhando na expansão e melhoria de seus serviços e que os clientes poderiam conferir o mapa de cobertura da operadora para visualizar a situação do sinal na cidade. Com mais de 24H de sinal completamente indisponível alguns serviços ficaram comprometidos na pequena cidade serrana, como utilização de máquinas leitoras de cartão de crédito e as operações de venda de passagem na agência da Guanabara. Em Alcântaras o sinal só foi normalizado no inicio da manhã desta quarta-feira,31 de julho.

Post.Francisco Freire

terça-feira, 29 de julho de 2014

OPINIÃO: MEUS SONHOS NÃO CABEM NAS URNAS

EM 2014 NÃO SEJA MERO EXPECTADOR

Como não se rebelar nesses nossos tempos? Quando a educação e a saúde tornam-se privilégios de uma minoria, quando a barbárie é notória e considerada normal, quando as injustiças e as corrupções só aumentam, quando tudo vira fantasia e mercadoria, quando a força do dinheiro destrói lindos sonhos, como não se rebelar?

Diante disso, nós meros eleitores, não devemos ver as eleições como um simples jogo, onde lá acontecem as disputas, a todo custo, pois os problemas gerados por essa visão é catastrófica. Esse sistema eleitoral podre e sujo já está falido. E nós não devemos alimentá-lo mais. Ou nunca nada vai mudar. Reflita!

Devemos visualizar as candidaturas que falem sobre nós, sobre as lutas, a liberdade, a insurgência contra o capital e seus representantes. Sei que as que se expõem em Alcântaras não falam!

Os candidatos que ora se apresenta a nossa população são aqueles que pregam a violência e o ódio, fazendo frente a ofensiva conservadora e fundamentalista contra os direitos das minorias sociais. É por isso que, neste momento de debate político que as eleições despertam em toda sociedade, apresento a proposta de não votar nos candidatos que os políticos alcantarenses estão apresentando, pois são candidatos que servem ao capital, que servem aos grandes empresários que doam dinheiro às campanhas e precisam depois de contratos milionários para recompor, que deixam a população empobrecida como meros expectadores de um sistema opressor. Não seremos idiotizados a alimentar esse processo que de uma vez por todas não dá certo! Nunca deu!
 
Em 2014, mais do que nunca, as urnas devem servir aos pobres, aos sonhos que nelas não cabem. Nossos candidatos precisam ser representantes da síntese da luta contra a opressão e exploração e não ser aqueles que estão do lado dos poderosos que estão a serviço do capital.

É preciso que o povo diga: "Somos agricultores e agricultoras, trabalhadores e trabalhadoras, artesãs e artesãos, negras e negros, crianças e idosos, índios e quilombolas, lutadores e lutadoras do campo e da cidade. Somos lésbicas, gays, transexuais e travestis em busca de sua liberdade. Somos ecossocialistas e feministas. Somos o povo anônimo que almeja justiça e igualdade e necessita romper o tédio das conformidades".

Nossos sonhos não cabem nas urnas e nossa luta não se esgota no processo eleitoral. Mas sabemos, igualmente, que toda vitória contra os que nos exploram e os que nos reprimem é necessária e urgente. É preciso que todas as cores da rebeldia ajudem a furar o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio.

Não votem nos candidatos que os políticos alcantarenses apresentam, pois não são os verdadeiros representantes, não estão a serviço do povo!

Texto: Douglas Alcântara
" Vivemos tempos de lutas, tempos de rejeitar o velho e construir o novo"


ALCANTARAS SEM SINAL DA CLARO

OPERADOR ESTÁ SEM OPERAR NA CIDADE HÁ UM DIA
Usuários dos serviços de telefonia móvel da Operadora Claro estão enfrentando problemas para realizar e receber chamadas. Desde a manhã da última segunda-feira.28, o sinal da operadora está indisponível para toda a cidade de Alcântaras. Sem poderem utilizar os serviços de conexão da  Claro muitos clientes voltaram a utilizar terminais de telefonia publica e até o sinal de outra operadora que atuam na pequena cidade serrana. Nos aparelhos nenhuma mensagem como estado de emergência, serviço indisponível aparece no visor, e a impressão de muitos é que a torre de transmissão tenha parado de  "jogar" o sinal. O Portal Jovem que entrou em contato com a empresa na tarde desta terça-feira, ainda não obteve retorno sobre a causa da instabilidade do sinal até o fechamento desta edição.

Post.Francisco Freire